terça-feira, 13 de setembro de 2016

Medo



quando eu ouço isso ou
aquilo,
eu já sei de tudo, mas
saber tudo não me ajuda
em nada

me ajuda saber que não estou
sozinha no mundo
ainda que esteja

que ainda existe um lugar mais
profundo que o fundo do
poço do poço mais
fundo que eu já
alcancei

me ajuda saber que amanhã
poderei acordar e continuar
dormindo
se eu quiser

me ajuda
me dar ajuda sem que eu
peça ou implore

pegar na minha mão sem
que eu a ofereça

me ajuda que apareça a
luz no fim do túnel
que já percorri e
ainda percorro todas as
manhãs

se amanhã eu puder ser
como sou enquanto durmo
talvez eu esteja salva

se eu não puder
me resta ouvir
isso ou aquilo que se diz
quando nada mais
ajuda
"tudo vai ficar bem"

quando respirar dói um pouco
e a perna pesa mais do que o
peso do mundo
nas costas
nas mesmas costas
que um dia eu virei
quando ouvi isso ou aquilo
e ainda mais pesou
sobre mim
a minha própria alma

"se acalma
tudo vai ficar bem"
virou o meu hino de redenção

estarei calma quando as
ruas já não estiverem tão desertas
quando o coração não aperta se
um passo estranho é ouvido em rua
escura

quando não se atura ter que
olhar bem o caminho

estarei calma
salva
regenerada
quando puder ser
a coisa mais básica que sou

mulher.

Nenhum comentário:

Postar um comentário