segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Impulso

ainda procuro motivos
para a falta de energia de
minhas pernas
ou a força da minha
desfuncionalidade

a vida vai passando como
brisa leve
sem direção
e eu só me pergunto
o que
estou
fazendo
aqui
- todos os dias me
pergunto
sem esperança de
resposta
pois não quero
decodificar mistérios.

não tenho forças para isto
e dormir me responde algumas
coisas,
como com quantas pernas
consigo correr de um avião
gigante
e quantas vezes morrerei
sem dor

na verdade, estou convencida
da inexatidão do
tempo e
dos números
mas ainda tento me
convencer de que
9 horas é uma ótima
hora para se
acordar
sem dor de
cabeça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário