segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Alguns centímetros a mais.


A cada dia, as coisas ficam mais claras pra mim, e eu fico mais segura. Acho que poucos têm noção do quanto é prazeroso notar-se crescendo e poder admitir isso sem culpa alguma. Tenho conseguido fazer tantas coisas que eu não conseguia antes. E é tão maravilhoso! Lógico que não foi fácil, nem está sendo, mas o resultado sempre me faz concluir que estou no caminho certo. Hoje, notei uma coisa que sempre esteve na minha cara e eu nunca havia percebido; notar isso foi estranhíssimo, mostrou como tenho a mania de me apegar ao lado ruim do que acontece, de aceitar as ofensas e de duvidar dos elogios. Daí, percebi quantas coisas tenho perdido até hoje. Não quero recuperá-las, já passaram e não me fazem falta, só não quero perder outras, que virão no futuro. Eu quero olhar, andar e seguir para frente. Assim, quando der saudade, não preciso fingir que o "atrás" não existe.