terça-feira, 9 de agosto de 2011

Tem.

Sei lá, tem coisa que acontece com você e te deixa diferente. Sabe? É uma coisa esquisita. É uma sensação de irrealidade mesmo, não sei dizer direito. Meio que sai um pedaço seu, é coisa confusa. Eu já disse tantas vezes que me sinto flutuando, mas agora é algo mais. Acho que eu sonhei e não me acordaram ainda. Será que eu vou acordar do mesmo jeito que fui dormir, algum dia? Talvez isso seja impossível. Tem você em todo lugar. Tem você em todo pensamento, todo livro, filme, tem você vinte e quatro horas do meu dia. Mas você, sabe, você não existe. Tem você nas músicas, nos desenhos, quando me maquio, quando pinto as unhas. Só não tem você quando acordo de manhã, quando deito, quando abro os olhos - de verdade. Não tem você na minha mão, nem no meu cheiro, nem no meu travesseiro. Não tem você no meu ouvido, nem tocando os meus pés com os seus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário