terça-feira, 10 de abril de 2012

Apesar de.

Com pés igualados
em mim traço
uma linha

metade-alegria
sonhos e fantasia
como se possuidora eu fosse
de todas as coisas doces

metade-tristeza
desânimo em certeza
como se nunca chegasse
nem no meio do caminho

mas algo dentro de mim
sempre persiste e berra

não desiste
não
nunca
não
jamais

e me obriga a continuar
planejando
continuando
sendo.

apesar de.

Nenhum comentário:

Postar um comentário