quarta-feira, 7 de março de 2012

A fuga

Fugi por ser fácil
não por falatório chato
fugi porque não podia

o relógio dava a hora
por medo, nem um minuto
por mim, passaria o dia

vomitei umas palavras
uns sorrisos congelados
mais o frio que amor fazia

eu te desejava inteira
mas com receio de agir
restou botar em poesia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário